O primeiro bebê pode despertar ciúme entre parceiros ansiosos: Estude

A razão pode ser que os cônjuges de parceiros ansiosos estão acostumados a receber muita atenção do parceiro e que a capacidade de resposta pode diminuir quando o bebê chega.

bebês, bebês novos, pais novos, ciúme, ansiedade de relacionamento, ansiedade, ansiedade de relacionamento em pais novos, estudo, paternidade, expresso indiano, notícias expressas indianasEsse ciúme pode tornar um período já difícil para o relacionamento dos casais ainda mais estressante, disseram os pesquisadores. (Fonte: Getty / Thinkstock)

O primeiro filho pode despertar sentimentos de ciúme em pessoas que já temem ser abandonadas pelo parceiro, segundo um estudo.

A pesquisa, publicada no Journal of Social and Personal Relationships, descobriu que os parceiros que apresentavam sinais de ansiedade no relacionamento antes do nascimento do primeiro filho tinham mais probabilidade de sentir ciúmes do filho depois que ele nasceu.

Você pode pensar, quem poderia ter ciúme de um bebê? Mas se você já tem medo da rejeição, pode ser assustador ver quanta atenção seu parceiro dá ao seu novo filho, disse a autora principal do estudo, Anna Olsavsky, da Universidade Estadual de Ohio, nos Estados Unidos.

Esse ciúme pode tornar um período já difícil para o relacionamento dos casais ainda mais estressante, disseram os pesquisadores.

Eles descobriram que, quando um dos parceiros tinha ciúme do bebê, os casais experimentavam um declínio em sua satisfação com o relacionamento depois de se tornarem pais.

TAMBÉM LEIA | Cérebros de bebês podem ser especializados em ver rostos alguns dias após o nascimento: estudo

Esse ciúme pode corroer o relacionamento de um casal, disse Sarah Schoppe-Sullivan, professora da Ohio State University.

Os pesquisadores usaram dados do New Parents Project, um estudo de longo prazo que investiga como casais que ganham duas vidas se ajustam para se tornarem pais pela primeira vez.

Até 182 casais, a maioria dos quais eram casados, participaram do estudo.

Durante o terceiro trimestre da gravidez, mães e pais responderam a uma variedade de questionários, incluindo um que examinava a ansiedade de apego.

bebês, bebês novos, pais novos, ciúme, ansiedade de relacionamento, ansiedade, ansiedade de relacionamento em pais novos, estudo, paternidade, expresso indiano, notícias expressas indianasOs pesquisadores entraram no estudo acreditando que pais ansiosos podem ser mais vulneráveis ​​a sentir ciúme do novo filho, porque os pais tendem a passar menos tempo com os bebês do que as mães. (Fonte: Getty / Thinkstock)

Eles foram questionados sobre o quanto concordavam com afirmações como 'Estou com medo de perder o amor do meu parceiro e me preocupo em ser abandonado'.

Três meses após o nascimento do bebê, os casais completaram uma medida de ciúme da relação parceiro-bebê, disseram os pesquisadores. Eles descobriram que as pessoas com ansiedade de relacionamento antes do nascimento da criança tinham mais ciúmes da criança três meses após a chegada.

No entanto, não foram apenas os parceiros ansiosos que sentiram ciúme do bebê - até mesmo seus cônjuges sentiram níveis mais elevados de ciúme. A razão pode ser que os cônjuges de parceiros ansiosos estão acostumados a receber muita atenção do parceiro e que a capacidade de resposta pode diminuir quando o bebê chega.

TAMBÉM LEIA | 10 dicas para os pais se conectarem bem com seus filhos

Pode haver duas coisas acontecendo aos cônjuges de pessoas com ansiedade de relacionamento, disse Schoppe-Sullivan. Não é apenas que você não está recebendo toda a atenção que costumava receber, mas também que a criança está recebendo aquela devoção extra que antes era dada a você, disse ela.

Os pesquisadores entraram no estudo acreditando que pais ansiosos podem ser mais vulneráveis ​​a sentir ciúme do novo filho, porque os pais tendem a passar menos tempo com os bebês do que as mães.

No entanto, eles descobriram que pais e mães ansiosos tinham a mesma probabilidade de sentir ciúmes do tempo que seus parceiros passavam com o novo bebê.